Cadastro Médico
 
Dr(a).  expandir >

 
 



Você está em: Inicial >> Artigo >> 200 Excesso de Vitamina A

Excesso de vitamina A

 Feed RSS de Artigos Feed RSS
 
Postado em 05/04/2009 às 10:00:00 por Carlos de Carvalho

Visitas: 868



 

Excesso de vitamina A

O excesso de vitamina A pode ser tóxico, quer seja tomada numa única dose (intoxicação aguda), quer durante um longo período (intoxicação crónica). Alguns exploradores do Árctico desenvolveram sonolência, irritabilidade, dor de cabeça e vómitos poucas horas depois de terem ingerido fígado de urso polar ou de foca, ambos ricos em vitamina A. Os comprimidos que contêm vinte vezes a quantidade diária recomendada de vitamina A, que se vendem para a prevenção e tratamento de certas doenças da pele, causaram ocasionalmente sintomas semelhantes, mesmo quando foram tomados sob prescrição médica.

A intoxicação crónica em crianças maiores e adultos é em geral provocada pela ingestão de grandes doses (dez vezes a quantidade diária recomendada) durante meses. A intoxicação pela vitamina A pode desenvolver-se nas crianças pequenas em poucas semanas.

Os primeiros sintomas da intoxicação crónica são pouco cabelo e áspero, queda parcial das sobrancelhas, lábios gretados e pele seca e rugosa. Cefaleias intensas, hipertensão craniana e fraqueza generalizada são manifestações tardias. As protuberâncias ósseas e as dores articulares são frequentes, especialmente nas crianças.

O fígado e o baço podem aumentar de tamanho. Se uma mulher tomar isotretinoína (um derivado da vitamina A usado para tratar afecções da pele) durante a gravidez, o filho pode apresentar malformações congénitas.

O diagnóstico de intoxicação pela vitamina A baseia-se nos sintomas e numa concentração anormalmente elevada de vitamina A no sangue. Os sintomas desaparecem quatro semanas após a interrupção da ingestão do suplemento de vitamina A.

Os betacarotenos, que se encontram em vegetais como as cenouras, transformam-se lentamente em vitamina A no corpo e podem ser consumidos em grandes quantidades sem que se produza intoxicação. O único efeito secundário observado é o aparecimento de um tom ocre nas palmas das mãos e plantas dos pés.

FONTE: Manual MERCK







 
 
 
 
Cadastro Médico ® Todos os Direitos Reservados - Mapa do Site - Publicidade - Feeds RSS - Política de Privacidade - Empório High-Tech