Cadastro Médico
 
Dr(a).  expandir >

 
 



Chitosan aumenta a excreção de gorduras pelas fezes

 Feed RSS de Artigos Feed RSS
 
Postado em 22/02/2009 às 10:00:00 por Carlos de Carvalho

Visitas: 1.994


 



Chitosan



O Chitosan é o derivado N- desacetilado da chitina, um polissacarídio contido no envólucro de crustáceos (carangueijo, camarão e lagosta), insetos, leveduras e na parede celular de alguns tipos de fungos.

Trata-se de um polímero de glicosamina similar ao da celulose das fibras da dieta, não hidrolisável por enzimas digestivas. Este polímero catiônico, com alta densidade de cargas positivas, atrai moléculas negativas, tais como as moléculas de gordura dos alimentos, interferindo em sua absorção e aumentando sua excreção pelas fezes, sem no entanto causar diarréia.

A nivel do estômago, o Chitosan se dissolve no meio ácido, e por sua grande capacidade de emulsificação é bem misturado à gordura de tal forma que sua superfície é envolta por gotículas de gordura, como um surfactante. Esta emulsão passa ao intestino, onde o pH de 6-6,5 induz a sua preciptação formando múltiplas cadeias de polissacarideos que aprisionam gotículas de óleo em suas matrizes e são excretadas pelas fezes.

A natureza positiva da molécula de Chitosan é a propriedade primordial para suas funções. Logo, quanto maior o grau de desacetilação sofrido por Chitosan, maior a densidade de cargas positivas na molécula e melhor a sua eficácia.

Alguns estudos demonstraram que a Vit C, quando administrada concomitantemente com Chitosan, apresenta efeito sinérgico melhorando a capacidade do Chitosan em reter gordura. Embora o mecanismo bioquímico ainda não tenha sido completamente esclarecido, estudos preliminares feitos com Chitosan e vitamina C apresentaram resultados favoráveis.

O Chitosan tem sido associado a vários alimentos, produtos farmacêuticos e cosméticos. Em cosmetologia, devolve o vigor à pele e aos cabelos pois confere viscosidade a shampoos anfotéricos (não iônicos) e, na pele forma uma película protetora que auxilía na preservação da hidratação. Diversas pesquisas têm demonstrado que a utilização de Chitosan auxilia no controle de hipercolesterolemia, determinando redução dos níveis séricos de colesterol total, e de LDL-colesterol e de aumento nos níveis de HDL-colesterol.

O Chitosan é biodegradável, não é tóxico e não é alergênico.

 

 


 
 
 
 
Cadastro Médico ® Todos os Direitos Reservados - Mapa do Site - Publicidade - Feeds RSS - Política de Privacidade - Empório High-Tech