Cadastro Médico
 
Dr(a).  expandir >

 
 



Você está em: Inicial >> Artigo >> 432 Monoteste Mononucleose

Monoteste – mononucleose

 Feed RSS de Artigos Feed RSS
 
Postado em 28/04/2009 às 10:00:00 por Carlos de Carvalho

Visitas: 1.648



Monoteste – mononucleose (código da AMB 4.03.07.55-7)



O que é o exame: coleta de sangue venoso para pesquisa de anticorpos heterófilos do tipo IgM, produzidos em resposta ao vírus Epstein-Barr.

Para que serve: teste inicial diante da suspeita de mononucleose infecciosa ou outro quadro atribuído ao vírus Epstein-Barr. Suspeita-se de mononucleose diante de um quadro de febre, dor de garganta, aumento de linfonodos, redução do apetite, dores musculares, sensação de fraqueza e aumento do baço. Cerca de 70 a 80% dos pacientes com mononucleose infecciosa produzem anticorpos heterófilos e apresentam o monoteste positivo.

Período de positividade do exame: em geral, o monoteste torna-se positivo em 4 semanas após a infecção e diminui após a fase aguda, entretanto pode ser positivo por 6 a 12 meses. - O teste é negativo na maioria dos pacientes imunodeprimidos e pode ser falsamente positivo em pacientes com linfoma, hepatite viral e doenças auto-imunes.

Valor de referência: negativo

Resultados falso-positivos: em raras ocasiões, podem ocorrer resultados falso-positivos em pacientes portadores de leucemia ou linfoma, rubéola, hepatite ou lúpus eritematoso sistêmico.

Fonte: - Manual de Exames e Serviços 2006/2007 – Instituto Hermes Pardini

- Medline Plus – US National Library of Medicine and National Institutes of Health.

- A clínica e o laboratório - Alfonso Balcells Gorina, Medsi Editora 1996.

- Henry: Clinical Diagnosis and Management by Laboratory Methods, 20th ed., 2001.

 





 
 
 
 
Cadastro Médico ® Todos os Direitos Reservados - Mapa do Site - Publicidade - Feeds RSS - Política de Privacidade - Empório High-Tech