Cadastro Médico
 
Dr(a).  expandir >

 
 



Mas afinal de contas - do que a neurologia trata?

 Feed RSS de Artigos Feed RSS
 
Postado em 12/05/2010 às 00:11:14 por Flávio Sallem

Visitas: 5.963

Não são poucos os pacientes que, no afã de uma consulta, chegam a perguntar-me: Mas, doutor, do que trata a neurologia?

Infelizmente, esta desinformação prevalece não só entre os leigos, mas entre os médicos também, muitos colegas chegando a nos encaminhar pacientes com transtornos psiquiátricos ou de outra natureza, achando que somos os especialistas ideais para tal ou tais condições. Além disso, não são poucos os pacientes que, no SUS ou mesmo em serviços privados, acabam no consultório neurológico com uma queixa sem relação com a especialidade, e ecabam perdendo tempo procurando o médico errado.

Bem, cá estou para dirrimir certas dúvidas:

1. Em primeiro lugar, a Neurologia é a parte da Medicina que estuda o sistema nervoso (não, não é o sistema que o deixa nervoso ou irritado), que é composto do sistema nervoso central (cérebro, tronco cerebral, cerebelo e medula espinhal), periférico (nervos periféricos, aqui entendidos como as extensões periféricas da medula para o tronco e membros, e os músculos), e o sistema autonômico (nervos que inervam os órgãos internos, glândulas sudoríparas, etc).

2. A Neurologia é uma especialidade ampla, e deve ser devidamente diferenciada da Psiquiatria. Esta desenvolveu-se paralelamente à Neurologia durante os séculos 18 e 19, e antes era estudada conjuntamente com a Neurologia, até sua separação. A Psiquiatria cuida de transtornos mentais de base orgânica (estrutural) e não-orgânica. As doenças que ela engloba são as ansiedades, os nervosismos e irritabilidade, a depressão, o transtorno bipolar, os transtornos de comportamento, de personalidade, de conduta, a esquizofrenia, as psicoses, etc.

3. Do mesmo modo, há a Ortopedia, que cuida dos ligamentos, articulações, músculos e ossos, e suas doenças devem ser diferenciadas das doenças tratadas pela Neurologia. A Ortopedia cuida de tendinites, bursites, artrites e artroses (juntamente com a Reumatologia), dores lombares, cervicais, fraturas e lesões ósseas, etc.

4. Por ser ampla, a Neurologia está presente em várias outras especialidades. Assim, doenças cardíacas, pulmonares, dermatológicas, gastroenterológicas, otorrinolaringológicas, endocrinológicas, reumáticas, nefrológicas, oftalmológicas, urológicas, ginecológicas, podem ter sintomas de acometimento neurológico.

4. As doenças que são tratadas pela neurologia são:

a. Dores de cabeça (cefaleias)

b. Insônia e sonolência excessiva

c. Derrames (os famosos AVC's)

d. Algumas formas de tontura, chamadas de centrais, por serem lesões cerebrais (as de origem periférica são cauidadas pela Otorrinolaringologia)

e. Desmaios de origem cerebral (a maior parte é de responsabilidade da Cardiologia)

f.  Epilepsias

g. Esclerose múltipla

h. Doenças do neurônio motor (como a esclerose lateral amiotrófica)

i. Doença de Parkinson, doença de Alzheimer, e outras doenças degenerativas do cérebro

j. As desordens de movimento, ou doenças causadas por lesões cerebrais que cursam com movimentos anormais, como as coreias, os tremores e as distonias

k. Os tiques

l. Neuropatias periféricas (doenças dos nervos que saem da medula)

m. Doenças degenerativas musculares

n. Doenças da placa de união entre o nervo e o músculo (como a miastenia gravis)

o. Demências

p. Distúrbios neurológicos causados pelas hidrocefalias

q. Outras doenças

 

Portanto, se você quiser procurar um neurologista, para não perder tempo, verifique se os seus sintomas ou a suspeita diagnóstica realmente é de responsabilidade neurológica, Para isso, sugiro que sua primeira avaliação seja feita por um Clínico Geral, o médico que examina tudo,  sabe dar um diagnóstico geral, e lhe dá a indicação para o especialista correto.

 

E boa consulta.

 
 
 
 
Cadastro Médico ® Todos os Direitos Reservados - Mapa do Site - Publicidade - Feeds RSS - Política de Privacidade - Empório High-Tech