Cadastro Médico
 
Dr(a).  expandir >

 
 



Explicando Geriatria e a Consulta com Geriatra

 Feed RSS de Artigos Feed RSS
 
Postado em 30/09/2014 às 00:24:13 por Antonio Carlos Pereira Barretto Filho

Visitas: 427

1) ORIENTAÇÕES PARA A PRIMEIRA CONSULTA COM MÉDICO GERIATRA

 

- A CONSULTA GERIÁTRICA É MAIS LONGA que o habitual, a primeira consulta pode demorar até 2 horas.

- Traga anotado a LISTA COMPLETA DOS REMÉDIOS QUE TOMA. Não esqueça de anotar a dosagem - remédios que vem em várias dosagens, como 10, 20, 40, etc. Não esqueça de anotar colírios, laxantes, vitaminas e remédios que toma de vez em quando.

- TRAGA OS ÚLTIMOS EXAMES QUE TIVER REALIZADO, e também exames específicos que tenham importância, como o exame que fez o diagnóstico de uma doença que está tratando, ou exames especiais que são caros ou difíceis de fazer.

- Venha na consulta com ACOMPANHANTE se achar adequado. Se alguém que administra os remédios ou sabe bem o histórico das doenças, convide a pessoa a vir junto. Tenho 4 cadeiras dentro da sala, para famílias maiores.

- Se um casal de idosos for realizar a primeira consulta, é melhor marcar em dias separados. Pode ser muito cansativo 4 horas de consulta médica para um casal de idosos.

 

2) O QUE É GERIATRIA? TODO IDOSO DEVE IR AO GERIATRA?

 

        Geriatria é uma especialidade por faixa etária, como a pediatria. Desta forma, o médico geriatra se parece mais com um generalista do que com um especialista. Todo geriatra é formado em Geriatria e também em Gerontologia, que é a ciência que estuda o envelhecimento normal. Ou seja, acreditamos que todo idoso se beneficia da consulta com médico geriatra, da mesma forma que toda criança vai ao pediatra; pois da mesma forma que a infância e adolescência demanda cuidados mesmo na ausência de doenças; também o envelhecimento normal demanda cuidados e orientações. Algumas queixas dos pacientes podem ser atribuídas somente ao envelhecimento normal.

        O médico geriatra é treinado nas principais doenças que acometem a população idosa, podendo com frequência fazer o diagnóstico e tratamento, e centralizar o tratamento de várias doenças do paciente. O geriatra pode compor o tratamento com quaisquer especialistas que o paciente esteja se consultando.

 

3) QUEM DEVE PROCURAR O GERIATRA? A PARTIR DE QUE IDADE?

 

        Acredito que todo paciente idoso se beneficia de seguimento com médico geriatra. Nos países mais desenvolvidos, como o Reino Unido, todo paciente na terceira idade tem seguimento com geriatra, e quando interna num hospital fica sob os cuidados de geriatra.

        A Terceira Idade se inicia aos 60 anos de idade, mas as pessoas que se preocupam com o envelhecimento, ou acreditam que o envelhecimento normal está trazendo problemas, podem procurar o geriatra antes da terceira idade. Além disso, todo geriatra também é um excelente Clínico Geral, e pode realizar o acompanhamento geral de pacientes adultos mais jovens.

 

        E finalmente existem alguns pacientes que se beneficiarão particularmente do seguimento com médico geriatra:

- pacientes muito idosos, 80 anos ou mais

- idosos frágeis, que tenham dificuldade na vida diária

- idosos com muitas doenças, onde o geriatra ajudará a “orquestrar” os diversos tratamentos, visando a saúde global do paciente e evitando que um tratamento atrapalhe o outro

- idosos que tomam muitos remédios, onde o geriatra atuará identificando interações entre os medicamentos e orientando se remédios melhores para esta faixa etária

- idosos que apresentam quedas - a Síndrome de Quedas é uma condição onde não nenhuma especialidade que trate que não seja a Geriatria. Os idosos com distúrbios do equilíbrio e da marcha, mesmo que ainda não tenham apresentado quedas, devem procurar o médico geriatra para avaliação

- idosos com queixas ou problemas da memória e função cerebral, outra condição onde o diagnóstico e o tratamento será bem realizado com médico geriatra, que solicitará avaliação de especialistas somente se necessário

 

4) O MÉDICO GERIATRA SERÁ O ÚNICO MÉDICO DO PACIENTE?

 

        Se o idoso apresentar várias doenças comuns na terceira idade, com frequência o médico geriatra poderá centralizar o tratamento. Porém doenças menos comuns ou mais avançadas continuam necessitando do médico especialista. O médico geriatra orientará quando será necessário procurar o especialista.

        Claro que quaisquer especialistas que o paciente estiver consultando podem ser mantidos, se assim o paciente desejar. O geriatra pode centralizar e “orquestrar” o cuidado global do idoso, dialogando com os outros médicos.

        Além disso, é importante lembrar que todo paciente idoso precisa de um Oftalmologista e um Dentista. E as idosas devem continuar indo ao Ginecologista.

 

Dr. Antonio Carlos Pereira Barretto Filho 

Médico Geriatra com consultório em Santana, na Zona Norte de São Paulo

Médico formado pela USP em 1995

Residência em Clínica Médica e Geriatria pelo Hospital das Clínicas da FMUSP

Médico Assistente com cargo de Supervisor Geral dos Ambulatórios no Serviço de  Geriatria do Hospital das Clínicas da FMUSP

Leia currículo completo, veja fotos da clínica e outras informações em www.antonio-barretto-geriatra.k6.com.br

 
 
 
 
Cadastro Médico ® Todos os Direitos Reservados - Mapa do Site - Publicidade - Feeds RSS - Política de Privacidade - Empório High-Tech