Cadastro Médico
 
Dr(a).  expandir >

 
 



Você está em: Inicial >> Artigo >> 879 Nutrio Cerebral

Nutrição Cerebral

 Feed RSS de Artigos Feed RSS
 
Postado em 31/05/2013 às 08:57:31 por Alfredo Toledo de Oliveira e Souza

Visitas: 1.207

DO QUE PRECISASEU CÉREBRO PARA FUNCIONAR PERFEITAMENTE ATÉ OS CEM ANOS

 

Dr. Alfredo Toledo e Souza

 

Magnésio
O magnésio ajuda a manter a irrigação sanguínea dos neurônios e minimiza lesões cerebrais, além de prevenir derrames e infartos ao reduzir a pressão arterial. É, ainda, fundamental para a saúde do esqueleto e das cartilagens articulares. Uma dose diária apropriada é de 200 a 300 miligramas por dia.


Selênio

É o mineral antioxidante mais eficaz. Os níveis de selênio no sangue diminuem dramaticamente conforme envelhecemos, sendo fundamental a sua suplementação após os 60 anos. O selênio melhora a circulação sanguínea cerebral, além de atuar como um ansiolítico suave, diminuindo a ansiedade e a irritação do paciente idoso. A dose diária é de 50 a 100 microgramas por dia.

 

Zinco
O zinco auxilia o cérebro a se livrar do chumbo que, proveniente da fumaça dos escapamentos dos automóveis, é extremamente venenoso e prejudicial à função cognitiva dos neurônios. Também dinamiza o sistema imunológico e melhora a função sexual. A dose diária é de 20 a 40 miligramas por dia.

 

Fenilalanina

Principal precursor nutricional da noradrenalina, um neurotransmissor estimulante, a fenilalanina ajuda a elevar o humor, a estimular a energia e a melhorar a memória. A fenilanina deve ser obtida da alimentação rica em arroz, feijão, laticínios e frutos do mar.

 

Glutamina
Principal precursor do GABA, o neurotransmissor calmante, a glutamina melhora a clareza do raciocínio e aumenta a concentração. Os vegetais crus, peixe, frango, leite, iogurte, ovos e queijos são excelentes fontes de glutamina.


Metionina
A metionina atua como um poderoso antioxidante e evita o acúmulo de metais pesados no cérebro, como o chumbo, o mercúrio e o cádmio, provenientes da poluição ambiental. Ovos, peixes, verduras verdes cruas, sementes e frutas secas são excelentes fontes de metionina.


Arginina

Esse aminoácido é convertido no organismo em espermina, que auxilia o cérebro no processamento da memória e reduz o apetite. A carne vermelha, os peixes, aves, ovos e laticínios são as melhores fontes de arginina.

 

Triptofano
Arroz, feijão, carnes magras e todos os legumes são ricos em triptofano. Ele é o maior precursor nutricional da serotonina, o principal neurotransmissor do bem-estar. A carência de serotonina causa agitação, insônia, fadiga, depressão e desinteresse sexual.

 

Vitaminas essenciais para a longevidade e funcionalidade

do cérebro

 

As vitaminas a seguir devem ser ingeridas na forma de suplementos vitamínicos, pois suas doses diárias ideais exigiriam uma ingestão alimentar superior a 3000 calorias por dia, o que promoveria obesidade.

 

 

Doses diárias das principais vitaminas:

 

Vitamina A..................................................... 10.000 — 25.000 Ul
Vitamina B1.................…………………………   50 — 300 mg
Vitamina B3……………………………………......5 — 20 mg

Vitamina B5....……………………………..............5 — 20 mg

Vitamina B6...........……………………………      20 —50 mg
Vitamina B12..........………………………….............1 — 5 mg
Ácido fólico...................………………………………1 – 5 mg
Vitamina  C..................…………………………1 – 3 gramas
Vitamina  E…....….…..............………………    400 – 800 Ul

Vitamina  D.........................................................400 – 2500 UI
 

Agora, vamos passar para uma forma especial e altamente eficaz de terapia nutricionalos tônicos cerebrais naturais.

 

Tônicos Cerebrais Naturais
 

Ginkgo Biloba

Ginkgo Biloba intensifica a circulação cerebral e o metabolismo cerebral, aumentando a capacidade cognitiva e o desempenho psicomotor. A dose diária é de 120 a 240 mg.

Lecitina
O ingrediente ativo da lecitina, a fosfatidilcolina, é a matéria-prima nutricional da acetilcolina, o principal neurotransmissor do raciocínio e da memória. A suplementação deve ser feita com a ingestão de 500 mg diários de lecitina de soja, formulada em cápsulas.

Fosfatidilserina

A Fosfatidilserina faz parte das membranas celulares dos neurônios e é essencial para que essas membranas se mantenham facilmente permeáveis ao oxigênio e aos nutrientes que chegam com a circulação. A dose deve ser de 100 a 300 mg diários, formulada em cápsulas.


Ômega 3
O Ômega 3 melhora o metabolismo da energia nas “usinas elétricas” do cérebro (as mitocôndrias) ao dinamizar a transferência dessa energia através das membranas dos neurônios, além de reduzir as gorduras ruins do sangue (colesterol LDL, VLDL e triglicérides) e melhorar a circulação para todas as células do cérebro. Possui, ainda, efeito anti-inflamatório. A dose diária de Ômega 3, formulada em cápsulas, deve ser de 500 a 1000 mg.

 

Ginseng

O Ginseng tem surpreendentes efeitos neurológicos, e é particularmente ativo para interromper a superprodução de cortisol, hormônio das suprarrenais que se eleva dramaticamente em pacientes cronicamente estressados e que pode matar milhões de neurônios em poucos dias, em períodos de estresse extremo (razão pela qual uma pessoa muito estressada costuma ter péssima memória). As doses variam de 100 a 300 mg por dia.
 

DMAE
O DMAE (dimetilaminoetanol) ajuda o organismo a produzir acetilcolina, principal neurotransmissor da memória e do raciocínio. Em algumas de minhas pacientes com fibromialgia, o DMAE tem melhorado o humor, o desânimo e as percepções subjetivas de bem-estar. A dose diária de DMAE é de 50 a 100 mg.
 

Chá Verde
chá verde é uma rica fonte de flavonóides, que reduzem o risco de acidentes vasculares cerebrais, e contém cafeína, um agente eficaz na intensificação da função cognitiva. A dose é de 100 mg por dia.

 

COENZIMA Q-10 (CoQ)

A CoQ é encontrada em todas as células do corpo e ajuda as “usinas elétricas” (as mitocôndrias) a produzirem energia, melhorando a concentração e a memória. A dose é de 30 a 100 mg diários.

 

Espero que este artigo tenha esclarecido que a demência senil, que transforma suas vítimas em infelizes que levam vida vegetativa suportada totalmente pela boa vontade dos familiares ou de alguns heróis do SUS, não acontece por mero acaso, mas representa a via final comum da ignorância e da desatenção para consigo mesmo, pela desatenção para os cuidados nutricionais indicados aqui, aliados ao descontrole da hipertensão arterial, altos níveis de colesterol ruim e triglicérides, e glicemia não controlada em diabéticos.

 

Site de referência: http://curadivina.webs.com/

 
 
 
 
Cadastro Médico ® Todos os Direitos Reservados - Mapa do Site - Publicidade - Feeds RSS - Política de Privacidade - Empório High-Tech