Cadastro Médico
 
Dr(a).  expandir >

 
 



Você está em: Inicial >> Artigo >> 897 Reumatologia

Reumatologia

 Feed RSS de Artigos Feed RSS
 
Postado em 12/05/2014 às 17:26:17 por Tomé Gustavo Marques de Souza

Visitas: 281

A FUNÇÃO DO REUMATOLOGISTA


Ele é o médico mais indicado para tratar as 106 doenças reumáticas existentes, sem contar outros males. Mas ainda é pouco conhecido no Brasil

Quando o joelho incha de repente, as pessoas logo pensam no ortopedista. Muitos dos males, porém, que afetam o sistema músculoesquelético (articulações, ligamentos, cartilagens e ossos) são especialidade de outro profissional, o reumatologista. Ele é tão competente quanto o primeiro, embora bem menos conhecido. Uma das razões é o número reduzido de médicos nessa área. Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, apenas cerca de 1500 reumatologistas cadastrados no país - metade deles no estado de São Paulo. Outra justificativa para o desconhecimento são as confusões que o termo reumatismo gerou ao longo do tempo.

Derivado do grego, o prefixo rheuma quer dizer 'líquido que flui, que corre' e antigamente serviu para caracterizar qualquer inchaço articular, sem razão traumática (torções e pancadas). Acreditava- se que o acúmulo de fluido nessas regiões é que gerava dores e dificultava movimentos - por isso o nome.

Hoje, o prefixo tem significado mais amplo: representa 106 doenças que, por vários fatores, incluindo predisposição genética, causam inflamações ou degenerações no aparelho locomotor, podendo comprometer sua função, além de alguns órgãos como rins, pulmão e coração. Entre as enfermidades estão artrose (desgaste da cartilagem), fibromialgia (dores difusas pelo corpo), osteoporose (enfraquecimento dos ossos), artrite reumatóide (juntas inflamadas, deformações e dificuldade de movimentos), febre reumática (capaz de provocar lesão cardíaca). E mais: lombalgia, tendinite, gota, bursites. . .

Formação do especialista


A Reumatologia envolve uma série de distúrbios secundários, dessa forma as doenças reumáticas são de difícil diagnóstico e exigem do especialista um sólido conhecimento clínico. Para isso, após 6 anos na faculdade de medicina, o futuro reumatologista deve fazer 2 anos de residência em clínica médica e, depois, mais 2 anos em reumatologia, totalizando 10  longos anos de formação acadêmica, para assim, estar apto a enfrentar esse grande desafio profissional.

A formação é a mais reconhecida para diagnosticar e tratar as doenças auto-imunes, como o lúpus eritematoso sistêmico. Estas doenças são caracterizadas por reações inesperadas do sistema imunológico (ele começa a produzir anticorpos contra o próprio organismo).

Enfim, trata-se de um médico que, mais do que conhecer todo o funcionamento mecânico do aparelho locomotor, também precisa estar muito bem informado sobre as áreas de imunologia, biologia molecular e genética.

Para mais informações consulte: www.reumatologia.com.br

 
 
 
 
Cadastro Médico ® Todos os Direitos Reservados - Mapa do Site - Publicidade - Feeds RSS - Política de Privacidade - Empório High-Tech